A Doce Espera de  um Menino

    Ser mãe é o sonho de muitas mulheres, era meu sonho. Mas será que chegou o momento certo? Será que já fiz tudo que queria, já viajei, já curti a vida?Perguntas que remetem aquele clichê de que depois dos filhos não há mais vida social, nada será como antes. Será mesmo?

Muitas perguntas né! O fato é que acredito que não tem a melhor hora, nem o melhor momento da vida para ser mãe. Tem a sua hora, o seu momento, a hora que Deus te escolheu para gerar uma vida. Eu não fiz tudo que queria, não viajei pra todos os lugares que sonhei, mas chegou a minha hora, fui escolhida para ser mãe. Estou grávida, e agora?

Agora realizei entre tantos sonhos, o de ser mãe, já me senti mãe com o resultado do exame na mão. Um misto de sentimentos, uma vontade de sair contando pra todo mundo, sim essa sou eu, apressadinha e ansiosa. Mas o equilíbrio do casamento está no meu marido bem mais calmo e calculista e que me diz, espera um pouco, vamos marcar uma consulta com a tua médica e depois tu contas. Então fui fazer a consulta, e ouço sim você está grávida, agora vamos fazer seu pré-natal. Saio dali radiante, emocionada, feliz da vida e louca pra contar para a família e amigos (risos).

Começamos a sonhar com o quartinho, a organizar tudo para sua chegada. E a curiosidade (será menino ou menina), temos que esperar mais um pouco pra saber, os sonhos já eram outros, pois incluía uma terceira pessoa, o amor já não cabia no peito. Continuamos a tocar nossas vidas, nossos projetos, só que agora com muito mais intensidade, com mais motivos e vontade de viver, porque sim, havia chegado a minha hora de ser mãe.

Bom, hora de contar para nossa família e eu queria que esse momento fosse bonito e não somente uma notícia, então preparei uma caixinha com sapatinhos de bebê e uma mensagem (Parabéns você vai ser vovó, vovô), foi um momento lindo, nunca vou esquecer. Seria o primeiro neto (a) dos meus pais.

O tempo passa, a barriga começa crescer, a gravidez muito tranquila, o amor e a expectativa aumentam junto com a ansiedade e o medo que ganham uma proporção gigante nesse momento. Com vinte semanas veio à confirmação da qual meu coração tinha certeza, era o Arthur.

A doce espera de um menino, eu já sabia, meu coração dizia. Meu mundo ia se tornar azul. Venho de família só de mulheres, somos três irmãs e o sonho da minha mãe era ter tido um menino, não teve. Acho que peguei esse sonho pra mim.

Esperar um menino era entrar em um mundo totalmente diferente do meu, era descobrir coisas que antes nunca tinha ouvido falar. Logo sai pra comprar a primeira roupa, comecei a pensar nas cores e temas do enxoval, essas coisas que fazem parte do sonho. E assim foram os meses de espera, conhecendo o universo azul, descobrindo as coisas lindas e planejando cada detalhe pra receber nosso menino.

Foi uma gestação tranquila, saudável, sem nenhum daqueles sintomas e desconfortos comuns à gravidez, e com trinta e oito semanas e três dias de gestação, chega o meu menino.

Nasceu, virei mãe! Receber meu filho naquele dia (em 2011) foi um misto de sentimentos, quem não sentiu isso né? Não tem palavras que expliquem o que a gente sente. De repente o amor transborda, o coração acelera, o medo aumenta ainda mais, os hormônios se descompensam, surge à força que protege, o poder que cura e alimenta, que coisa incrível, ali nasce uma mãe.

Aqui terminou a doce espera. Agora tudo é novo, vamos aprender um com o outro, começam os cuidados, as descobertas, as novas fases de um bebê.  Nesse momento me dediquei exclusivamente à maternidade, foi uma decisão difícil, mas que não me arrependo nem por um minuto.

Não sou a melhor mãe do mundo, nem a heroína, mas sou a melhor mãe que posso ser. Minha vida dedicada a meu filho me tornou uma pessoa melhor e isso quero dividir com vocês.

Então queridas leitoras, nos próximos textos falarei sobre minhas experiências na maternidade, os desafios de cada fase, os medos, as conquistas, o que deu certo, a vida após os filhos, como ficaram os sonhos, os projetos. Vou compartilhar minha história com muito amor.

Um beijo no coração e até nossa próxima troca. Nossas histórias juntas podem multiplicar aprendizado e felicidade.

 

 

 

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2019 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account