O momento da descoberta da gravidez é mágico. E quase simultaneamente a dúvida: será menino ou menina? Como vou chamá-lo(a)? E aí começa a saga! A escolha do nome!

                    Para alguns e fácil. O nome já está escolhido antes do bebê ser um bebê, vocês podem ter um nome que amem e signifique algo para vocês, alguém pode já ter sonhado ou coisa parecida… Mas para outros (nos quais me incluo) não é nada fácil! É preciso haver concordância entre pai e mãe… e essa concordância não é tão simples quanto parece.

                    Para escolher o nome da Lana foi bem complicado. Eu queria chamá-la de Cristal ou Poliana, mas o marido não gostou dessa ideia. E nenhum nome agradava aos dois. Então um domingo enquanto assistíamos Smallville série que passava na época, a protagonista chamava-se Lana, aquele nome nos soou bem aos ouvidos. Foi o primeiro em que ambos concordaram ser um nome possível. Então ao escrevê-lo eu pensei: Lana Luz Alegria Nobreza e Amor! Perfeito! O nome da nossa filha estava escolhido.

                    Matias também não era minha primeira opção (na verdade nem era opção). Fizemos/tentamos uma lista de nomes, mas nenhum agradava aos dois. A Lana tentou contribuir. Sugeriu que fosse “Lano” ou “Tampinha”.        Então, meu marido leu em algum lugar: Matias. Quando ouvi acelerou meu coração. Fui para a Bíblia, pois sabia que já havia lido esse nome lá antes. Matias foi discípulo escolhido no lugar de Judas após a traição e morte de Jesus. Segui lendo e me apaixonando. Matias andou com Cristo durante o seu ministério (esse era um pré-requisito para ser escolhido). Matias não desanimou quando foram  escolhidos os doze. Matias não estava interessado na “fama”. Ele quis seguir a Jesus porque realmente acreditava nos seus ensinamentos. Ele foi recompensado. Foi escolhido. E hoje seu nome está escrito em um dos 12 fundamentos da Cidade Santa.

                    Mas sabe?! Para ser sincera, acho que nos preocupamos atoa. Assim que os nossos olhares cruzarem com o olhar do serzinho que está a caminho, o amor invadirá nossos corações e transbordará em nossas vidas, seja lá qual for o nome que estivermos escolhidos para chamá-lo.

 

                    E aí, como foi para você? Ou como está sendo? Conta ai nos comentários!

 

1 Comentário
  1. Ana, li rindo teu texto..aqui em casa foi uma saga também! haha
    primeiro porque os nomes que eu mais gostava já tinham na família do meu marido (como Benjamin, Bernardo, Davi, Helena, Sofia).
    Se fosse menina as opções eram Heloísa, Elisa ou Ester, se fosse menino eu tinha vários nomes que gostava e nenhum deles o William gostava, ele encasquetou em Elias, que eu não gostei. Daí combinamos que tinha que ser um nome que os dois gostassem, então eu sugeri Antônio que ele gostou, mas ainda queria Elias.
    Fizemos um sorteio com papel, iríamos sortear 5 vezes, Antônio ganhou 3.
    Assim, ficou decidido que se fosse menino seria Antônio e se fosse menina seria Ester. Acabou vindo o Antônio e esse nem era minha opção de nome quando pensava em ter um filho menino, mas agora eu olho para carinha dele e acho tanto que combina com Antônio hehehe

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account