Entrou na adolescência, e agora? Muitas vezes se tem a tendência de perceber esse momento como perdas, “meu filho que estava aqui até pouquíssimo tempo sumiu e outro foi colocado em seu lugar”. Aquela sensação de dois estranhos que falam línguas opostas, a companhia, até então,protetora e única dos pais, já não é tão legal assim, existindo uma busca por pares, além daquele ‘’concorrente’’ quase imbatível, celular! Sim, esta fase não é tão calma como se gostaria. A impressão é que a importância dos pais chegou ao fim, quando na verdade esta se reiniciando, de um modo diferente! Na adolescência, existe uma quebra da relação parental infantil que era mantida, uma distancia passa a ser presenciada, o que também é saudável para o desenvolvimento do mesmo.

Porém, o amor presente dos pais ainda é fundamental! É importante um ‘’reatamento de pontes’’, espaços onde se reencontre a relação parental. E é ai que se encontra o desafio, de identificar suas necessidades para não confundir LIBERDADE com ABANDONO, pois os pais continuam sendo figuras de identificação e referencia. É, aos poucos, entrando no universo adolescente, participando de coisas que são importantes para ele, motivando, ensinando a serem pessoas reflexivas e críticas do mundo, reorganizando os limites, delegando responsabilidades, observando o que ele queira dizer sem dizer, acolhendo aquelas conversas que chegam, por mais ‘’insignificantes’’ que pareçam ser! Sabemos que é uma tarefa árdua e altruísta, nem sempre as soluções são fáceis e imediatas, mas a família continua exercendo um papel fundamental nesta fase da vida!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account