Estar grávida é um misto de sentimentos, é ter todas as dúvidas e certezas ao mesmo tempo, é ter aquele dia que tu te acha linda, o que ainda não me aconteceu, e aquele que tu te acha um bujão, que é como estou me sentindo. Mas depois que se esta grávida, por mais que se tenha dúvidas, o sentimento é de, já está feito, não posso voltar atrás, fechar os olhos e encarar, cheia de dúvidas mesmo, acreditar que vai ficar tudo bem, desejar que tudo acabe bem, e a cada dia ver as mudanças no corpo acontecerem, mas principalmente as mudanças que acontecem dia após dia no nosso coração. Decidir ter um filho, é decidir não ter mais certeza, nem controle de nada. Mas quando se está tentando, planejando engravidar, as dúvidas são verdadeiras sombras, elas atormentam, desde questionar se é o certo, se a situação financeira comporta, se vamos dar conta… Até o relacionamento em alguns momentos vira dúvida. Não sei se por eu ser maníaca por controle, mas durante os meses que separaram o momento da decisão, até eu estar grávida, foram um turbilhão de sentimentos, e de muitos questionamentos. Mas desde o início, o Pablo transpareceu paz, e certezas, ele queria ter um filho, e a muitos anos. Diferente de muitos casais que conheço, quem queria era ele.

Em fevereiro completamos dez anos que estamos juntos, nesses dez anos, ele sempre demonstrou o desejo de ser pai, de que queria muito ter um filho, alguém para depositar amor, brincar, se dedicar, educar, para realmente ser uma continuidade, um complemento, ele sempre sentiu um vazio. Concordamos que no início não era hora, que ainda não tínhamos estrutura nenhuma, ainda estávamos criando algo de concreto para nós, como iriamos ter alguém dependendo do que ainda não tínhamos. Sempre concordamos que queríamos o mínimo de estabilidade, tanto financeira, quando emocional para termos nosso filho. Só que nossos conceitos eram um pouco diferentes, e nosso time não bateu no mesmo momento. Muito antes, mas muito mesmo, de eu me sentir pronta, o Pablo já queria ter filhos, e iniciaram os conflitos, promessas, e prazos. Muitas vezes me senti contra a parede. Eram promessas, prazos, quando tivermos nossa casa, depois quando ele se formasse, e a formatura chegou, e um pânico me abateu… E chegou o primeiro conflito real, muitos outros já tinham acontecido, mas esse foi o pior, eu tinha certeza de que não queria ter filhos, de que não teria, estava decidida! Então tomei uma das atitudes mais drásticas, disse que queria me separar. Que eu sabia dos sonhos dele, do quanto isso era importante, e que infelizmente eu não me sentia pronta, e não queria protelar, ou até quem sabe impedir ele de realizar isso. Foi um momento muito difícil. Ele não aceitou, disse que tudo bem, que esperaria meu momento, mesmo que ele não chegasse.

 

O assunto sempre foi nosso ponto mais delicado, o nosso calcanhar de Aquiles, e o relógio batendo, e as pessoas perguntavam… E sempre gerava constrangimentos, mas eu definitivamente não me sentia pronta. Eu não sei se talvez eu tivesse, e tenha, mais consciência das responsabilidades que sejam ter um filho, ou se eu que sou mais neurótica, e na verdade até hoje, mesmo depois de grávida, ainda lido com o tema com muito mais tensão do que o Pablo, levo o assunto com muito mais seriedade, tenho muitos medos, e conceitos, que não preocupam a cabeça dele. É claro que sabemos, que por mais que se busque uma igualdade de gêneros, os papeis de pai e de mãe, são diferentes, e que as responsabilidades recaem mais sobre a mãe, começamos pelo fato de que somos nós que carregamos durante nove meses, sentimos as dores, todas as mudanças, mal estares… E talvez seja por isso que para eles é mais fácil. E também tem todas as renuncias que nós mães nos obrigamos a fazer, e que muitas vezes os pais nem percebem. E tudo isso me impedia de me sentir pronta, e até hoje me assusta. E por tudo isso, eu sempre entendi, que não poderia ceder a insistência dele, sem que eu tivesse certeza, pois as principais mudanças serão na minha vida, no meu corpo.

Enfim, meu time bateu, e eu resolvi, que ou eu fechava os olhos, encarava, ou ficaria para sempre no ‘se’, e nunca criaria o momento certo, a situação adequada… E por mais que eu tivesse, e tenha dúvidas, eu queria, eu tenho o desejo. Quando eu tomei a decisão, e cheia de condições, para realmente dar o start no plano de sermos pais, o Pablo acatou tudo, e esteve comigo nessa saga que foram os últimos meses, de todos os alarmes falsos, das vezes que pensei em desistir, de quando achei que tinha algo errado comigo, até ele achar que o problema poderia ser ele, estivemos juntos na busca por realizar o sonho, que era inicialmente dele, mas que agora era nosso. E mesmo eu tendo decidido que era o meu momento, tudo, ele ainda era o que mais desejava, e eu saberia antes dele, e como dar essa notícia tão esperada? Foram meses para pensar. E Deus na perfeição das suas obras, me permitiu descobrir na semana do aniversário dele, descobri na segunda, e ele faria aniversario no domingo, pensei em guardar o segredo até o dia, mas não consegui, na terça feira, depois de fazer o exame de sangue e ter certeza, comprei um par de sapatinhos, e coloquei dentro de uma sacola de joalheria, já que no aniversário anterior eu tinha presenteado ele com uma joia, que ele perdeu. Entreguei a sacola para ele, e disse, que era um presente de aniversário adiantado, que essa joia ele não perderia. Jamais vou conseguir resumir em palavras a expressão dele, um misto de surpresa, de felicidade, de achar que era brincadeira… Ele não sabia o que fazer, falar, o tempo parou, por alguns segundos ficamos suspensos! Depois de anos de espera, de meses de expectativas, nós conseguimos, o inicio do maior plano das nossas vidas, da nossa maior realização, estava aqui dentro, crescendo, se desenvolvendo…

Meu filho… Nós te desejamos muito, e já te amamos de uma forma que não sei explicar…

Bom pessoal, esse é o meu recado dessa semana, confesso que estou chorando… Espero que gostem… Na semana que vem vou desenvolver um pouco mais sobre essas minha dúvidas, e medos… Beijos e até quinta!

1 Comentário
  1. Sandra 4 meses atrás

    Estou muito emocionada! Que esse anjo tão esperado vem só para trazer alegriasp

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2019 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account