O amor acontece depois das fases complicadas, depois dos domingos solitários, das paneladas de brigadeiros, da pior balada do mundo e principalmente depois de você se acostumar a ficar só.

Sim é clichê eu sei, mas é a verdade, você vai querer ter alguém por carência, pra esquecer o ex ou pelo simples fato de não suportar ficar sozinha.

Então você vai passar pelas fases nada boas, vai chorar no travesseiro pensando que todas as pessoas do mundo são mais felizes que você, vai ficar em casa sozinha no sábado não por opção, vai desejar do fundo do coração ter alguém do lado.

Vai achar um saco ter que cozinhar pra comer sozinha, nenhum filme vai ter tanta graça e vai até ir a algumas festas pra ver se conhece alguém interessante.

O tempo vai passar e você vai começar a achar o domingo interessante, vai se divertir cozinhando sozinha e vai até amar ficar em casa no sábado. Não acredita? Então faça o teste, mas faça de coração aberto.

Vai acabar gostando tanto daqueles momentos só seus que quando encontrar alguém vai sentir medo, medo de perder o que foi conquistado com tanto custo, medo de perder a autossuficiência e um dia ter que recomeçar o processo.

O meu conselho é: Não se apegue ao medo. Ele existe para que você se preserve, mas não para te prender.

Escolha o que te faz feliz no momento, tenho certeza de que agora que você sabe que viver na própria companhia não é tão ruim assim, se tiver que passar por isso novamente vai saber o que fazer.

O amor só acontece depois que a gente aprende a lidar com a solitude, por mais clichê que isso seja.

E quando resolver dividir o vinho que seja por amor e não por necessidade.

4 Comentários
  1. Texto lindo, simples e leve…adoro o jeito que tu escreve, Camila! Sou fã hehehe
    Sobre o tema do texto…exatamente assim, primeiro precisamos de amor próprio e estarmos bem com nós mesmas e depois disso naturalmente o amor vem, chega alguém para nos complementar, não completar!!!

    • Autor
      Camila Freitas 2 meses atrás

      Obrigada Jéssica, o intuito é transformar a realidade no mais leve possível, que bom que estou conseguindo. Concordo plenamente, nunca completar! Beijão!

      • Tá conseguindo sim. Essa história de completar/complementar uma vez vi dizer que muitas vezes as pessoas se sentem vazias e querem alguém que as complete. Qdo na verdade deveriam se amar e cuidar, ser felizes e plenas assim e daí chegaria alguém que complementasse. Achei que isso realmente faz sentido!

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account