Semana passada devido a correria fiquei em dívida com o texto, e acredito que esse seja um dos meus textos mais aguardados, quem me acompanha sabe que emagreci bastante nos últimos meses, foram 18,5kg em sete meses, e já que muitas pessoas tem me perguntado o que fiz para emagrecer, hoje vou entregar o ouro… Sim, hoje eu vou desmitificar o meu ‘segredo’ para emagrecer. E preparem-se, não tem segredo! Não, não foi remédio, nada de shake, suplementos, chás, dietas loucas, ou da moda, também não foi low carb, sem cintas, cremes, tratamentos estéticos… Não, eu não vivo para isso, não sou escrava, e sim, eu como! Foi toda uma mudança no estilo de vida, da forma de encarar a bebida e a comida, inseri atividades físicas, e escolhi viver em equilíbrio, escolhas saudáveis, fazer algumas restrições, me privar em alguns dias, para me permitir em outros.

 

Desde criança tenho problemas de sobre peso, e sempre brigando com o espelho e a balança, vivi o efeito sanfona, por vezes muito magra, mas em outras, e a maioria, acima do peso, chegando a um quadro de obesidade no início deste ano, quando eu percebi que não dava mais, eu precisava mudar. Portanto, eu frequentei nutricionistas a minha vida inteira, não quero mentir, mas se não me engano, minha primeira consulta com uma, foi aos oito anos. E de lá para cá, passei por várias, e com algumas modificações aqui, outras ali, mas as orientações não diferiam muito. Que fique claro, não estou criticando, ou desmerecendo o trabalho dos nutricionistas, considero de extrema importância, e acho que todos devem consultar com um profissional para ter as devidas orientações, mas no meu caso, o que aconteceu foi o seguinte, eu sabia o que deveria fazer, eu já havia sido muito orientada, só que eu nunca tinha verdadeiramente aplicado isso na minha vida, a culpa nunca foi delas, mas minha! Então quando iniciei esse processo de emagrecimento, eu decidi que iria pôr em pratica essas orientações, mas sem consultar novamente, foi uma escolha minha. Os tratamentos estéticos, não sou contra, já fiz, e faço massagem, mas entendam, eles auxiliam, melhoram a resposta, a aparência da pele, mas nada fazem se não mudarmos o nosso comportamento no prato, e não nos exercitarmos.

 

Só que desta vez, eu tinha uma coisa em mente, que das outras vezes, eu não tive. No ano passado, eu estava com uma depressão bem complicada, que é assunto para outro texto, mas na época eu fiz tratamento de acupuntura, e a terapeuta utilizava de várias técnicas da medicina oriental, ela lia muitos livros, procurei pelo tratamento como uma forma de me aliviar do estresse, ansiedade, mas claro que mencionei a questão do sobre peso, sempre na busca né?! O eterno dilema! E ela me elucidou que um dos maiores erros de quem quer emagrecer é começar pela privação, nos privamos de tudo, modificamos uma alimentação totalmente desregrada, para uma extremamente ‘certinha’, o que dificilmente iremos conseguir manter a longo a prazo, que em algum momento vamos encher o saco, e pôr tudo a perder, e que então o segredo é viver em equilíbrio, podemos comer de tudo, respeitando um limite. E hoje é isso que eu vivo, o equilíbrio, me cuido durante a semana, para poder comer um doce no domingo, ou ir a um evento sem precisar ficar surtada, vendo as coisas e ter medo de comer, estar em um aniversario e não me divertir, pensando que não posso comer. Eu como, normal, o que tiver, mas respeitando o limite, as quantidades, não preciso comer tudo, posso tranquilamente ir a um coquetel, comer sem culpa, evitar frituras, não comer mais do que a quantidade necessária para me sentir saciada, sem exageros.

 

O segredo é pensar a longo prazo, o que vale mais a pena, aquela pizza, aquele chocolate, que em uma hora nem lembramos mais, ou o resultado, a balança, se olhar no espelho e ter prazer no que estamos vendo?! São escolhas! Precisamos fazer renuncias, mas sem precisar deixar de viver, em um dia eu deixo de comer alguma coisa que eu queria, mas que não tenho necessidade de comer, com calorias, açucares e gorduras desnecessárias, para em outro dia me dar ao luxo de saborear algo um pouco mais pesado em uma festa, ou por puro prazer mesmo. Mas vivendo sempre em equilíbrio, não adianta eu cortar tudo, e quando voltar a comer não saber me controlar e engordar tudo novamente.

 

Eu fiz dois cortes, foram escolhas, de coisas das quais eu não sabia lidar, e preferi por um tempo me ‘afastar’, foi o álcool, e não só por um questão de emagrecimento, mas também comportamental, eu vinha bebendo muito. E o pão, que eu comia sem muito critério, e acabava por exagerar, e depois que eu parei, percebi o quanto me fazia mal, me sentia inchada, e com uma sensação de estar pesada. Evito no meu dia a dia a farinha branca, e o açúcar refinado. Procuro comer mais frutas e verduras, e menos alimentos processados, e industrializados. E sim, eu faço bastante atividade, são três treinos, com personal trainer, a já conhecida por aqui Cintia Pozzatti, e três aulas de dança, duas de zumba e uma de axé. Não é fácil, não foi simples, mas não é impossível, e é menos penoso do que parece, e sabem por que? Porque vale a pena, é recompensador, não tem chocolate que pague, a calça ficar grande, não tem pizza que seja mais gostosa do que ouvir alguém dizer, ‘como tu esta bonita’. Emagrecer me devolveu saúde, disposição, mas principalmente, amor próprio e auto estima. E eu afirmo, é uma escolha, e todos podem, é só querer…

 

Cuidem-se, amem-se, vale a pena…

 

Bom pessoal, fico por aqui, acreditem, vocês podem… Volto na semana que vem, vou contar pouquinho sobre a depressão, negação, e a libertação! Beijos e até quinta…

 

2 Comentários
  1. Jéssica R. Vargas Wiethan 1 semana atrás

    Nossa Dani, é muita diferença!!! Parabéns pela determinação e foco!! Estás mais linda ainda, radiante e claro saudável!!! Parabéns mesmo! Bjos

  2. Bruna Oz 5 dias atrás

    Você já era linda Dani, e ficou mais ainda!Tu no Blog, sempre gosto de ver sua make, e suas roupas,hehe mulher, tu tens um corpo lindo, tem muita determinação e foco e por isso chegou onde queria! Nossa, realmente falando de circunferência abdominal e quadril, vejo que perdeu bastante!Fiquei curiosa pra saber exatamente os valores. Parabéns e que muitas coisas boas venham pra você! E se quiser aprender muito mais com a nutri aqui, e trocar receitas, porque SIM, você cozinha bem e as receitas são bem atranetes, aqueles últimos cupcakes deu vontade de comer hummm…Beijos e boa semana!

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account