Hoje venho escrever sobre um assunto que mobilizou as mulheres este mês…Outubro Rosa…claro que a cor ajuda,nos emite leveza, delicadeza, serenidade, mas principalmente nos traz a consciência de que preciso cuidar mais de mim, o auto exame é fundamental, mas minha mente deve estar sempre limpa para que eu espere o melhor diariamente.

Ouvimos falar muito sobre o câncer de mama, mas será que sabemos realmente o que ele significa na vida de cada uma das mulheres que passam por isso,me questiono,porque? Porque ele vem de uma forma tão silenciosa e da noite para o dia vira a vida de famílias inteiras de “cabeça para baixo”….isso sim é algo bem forte, virar a vida, transformar, saber que ao acordar terei uma nova história para escrever, ler e contar,mas será que no parecer tão simples assim, realmente é? Com certeza que não, e só que viveu ou vive e teve a chance de vencer pode compreender o que quero transmitir. Vivemos buscando explicações para tudo, mas acredito que para isso não tenha explicação, a ciência nos diz que todos temos em nosso organismo as células cancerígenas e que algumas de nós podem desenvolver e apresentar a doença.

Mas e se fosse você? Como seria acordar com este diagnóstico e saber que a vida será curta o suficiente para viver tudo o que gostaria, e se tivesse a chance de mudar tudo e começar do zero,por onde seria? Somos testadas a cada dia e colocamos muitas vezes nosso eu de lado em função do outro, nos planejamos, organizamos, mas deixamos tudo o que se refere a nós para segundo plano, pois os filhos, o trabalho, os amigos estão precisando de mim no momento e esqueço que preciso viver um dia de cada vez com aquilo que me faz bem. As pequenas atitudes, gestos que deixamos de fazer por achar bobo, palavras de carinho que não são ditas,porque o tempo é precioso demais para se perder com muito afeto…será?

Por onde você começaria a mudança, o que seria fundamental nesse momento?

Nosso psicológico muitas vezes nos destrói antes mesmo do diagnóstico, porque a palavra é tão forte que nos deixa impotente, 50% é o que conheço dos meios de como me tratar e os outros 50 é se quero lutar e vencer, ou desistir e achar que não tenho mais chance.

E te digo, todas temos esta chance, ela nos é concedida todos os dias,com o sol brilhando, com a brisa suave que bate em nosso rosto, com o carinho sem pressa feito em nosso filho, com a louça que não precisa ser limpa exatamente naquele momento ou até mesmo na preguiça de arrumar a cama quando acorda.

Se permita viver hoje, sentir hoje, comer o que gosta hoje, amar sem medidas hoje, porque a nós foi dado o direito a vida, ao amor incondicional que temos por quem está a nossa volta, porque você, eu, nós, estamos aqui para receber o melhor. Pense nisso…como seria..e se fosse você?

Um grande abraço a estas mulheres que enfrentaram ou enfrentam esta doença…vivenciar esta experiência e ainda ter forças para levantar, seguir em frente,sem medo para dividir com o mundo suas dores e também suas vitórias são atitudes de grandes GUERREIRAS..seus exemplos são nossa força para jamais desistir.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account