Sonho. É assim que te vejo. Meu sonho tomou forma, se materializou nos meus braços através de mãozinhas fofas, olhinhos arregalados e espertos, um cabelinho espetado e cheirinho de chocolate branco. Ela chegou numa segunda-feira ensolarada e quente, no meio de um inverno preguiçoso. Chegou pra pôr fim na minha mania ariana de controlar tudo. Chegou, pra me ensinar o verdadeiro significado do termo entrega. Eu sempre disse a ela, que eu estava aqui, entregue, à sua espera, mas mal sabia eu o quanto isso significaria na prática. Ela não veio como eu idealizei. Ela fez suas próprias escolhas e chegou gritando como que colocando ordem no caos aqui de fora. Chegou aquecendo meu coração e me permitindo renascer. Eu sei que é clichê isso tudo, e me vejo repetindo a frase que eu detestava ouvir… mas, só quem é mãe sabe. Da intensidade dessa responsabilidade e bênção que é gerar, gestar, parir e criar. Ela põe fim no meu silêncio matinal que sempre foi necessário, substituindo por sorrisos que enchem a casa de luz. Ela me faz dormir mais cedo, ter mais cuidado com meu corpo, ter mais vontade de viver. Ela me lembra de ficar mais perto de Deus, de agradecer mais à minha mãe, de me permitir não dar conta, não ser perfeita. Ela é, sem dúvida, o maior e melhor treinamento de desenvolvimento pessoal que eu poderia fazer na vida. Ela coloca todas as minhas formações, certezas e teorias no bolso e me entrega apenas seu olhar de volta, pra me lembrar: a vida é simples. Descomplica, aproveita, se entrega. E eu aprendo, obedeço e aplico. Porque ela, é meu presente e pra ela, dedico toda minha presença.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2020 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account