Nesta semana resolvi trazer um assunto que alguém muito próxima a mim viveu, contou-me e hoje quis compartilhar com vocês, porque realmente é um tema polêmico e sério, além de bastante reflexivo.

Infância Perdida como título remete o que não se conquistou ou que deveria ter alcançado e foi cortado, crianças que enfrentam traumas e carregam por toda a vida e acreditam muitas vezes que são e que foram realmente culpadas pelo ocorrido.

Trouxe para debatermos um pouco e repensarmos sobre valores impostos no meio em que vivemos,mas estamos falando de século vinte e um e isso ainda acontece e claro que até com maior severidade, mas em tempos anteriores, crianças eram bloqueadas e não eram diagnosticadas a tempo e quando se tornavam adultas passaram a viver com esses “fantasmas” que lhe perseguem até hoje.

Muitos são os traumas que se podem vivenciar e alguns deles pode-se levar a vida inteira, mesmo com ajuda especializada e não se recuperar.

Outro dia estava passeando pelas redes sociais quando me deparei com um trauma muito sério, a criança não acreditava mais em seus desenhos, alguém lhe havia causado tamanha dor que não queria mais ter a alegria de desenhar por terem feito ela acreditar que seus trabalhos não eram bons. Mas aí com a ajuda da mãe que percebeu o problema e conseguiu recuperar a auto estima e acreditar que realmente era capaz.

Traumas como esse são seríssimos,pois senão atacados no exato momento cria uma barreira onde a criança vai levar muito tempo a acreditar no que pode ou não.

A brincadeira, o lúdico, fazem parte da infância e quando tiradas que tipo de adultos teremos?

Alguns estudos revelam que podemos sim visualizar uma criança com traumas. Apresentam-se cinco características que observadas nos levam a concluir que aquela criança passou por um momento traumático em sua vida. São eles:

1º INIBIÇÃO

A criança vive acoada, com medo, sem amigos, pouca fala e o isolamento é rotineiro.

2º IRASCIBILIDADE

Sempre nervosa, agitada quando se refere a outra pessoa. A raiva pelas pessoas é sempre atuante na maneira de expressar seus sentimentos.

3º NÃO GOSTA DE SER ELOGIADA

Se sente inferior aos outros,não acha ser capaz de nada e se incomoda quando as pessoas acham que ela é destaque em algo.

4º PEDE DESCULPAS POR TUDO

Até quando não está errada, está se desculpando, acha que a culpa de tudo o que acontece é dela. Tudo o que faz incomoda os outros.

5º FUGA DO CONFLITO

Sempre quer escapar do assunto, nunca consegue finalizar uma conversa por achar que sempre irão descobrir o bloqueio, como se ela fosse a real culpada por tudo isso.

Por mais que o mundo tenha passado por uma evolução,olho para os lados e precisa muito a fazer ainda, o ser humano é criticado pela cor da roupa que usa, o penteado no cabelo, a cor da pele, a música que ouve e se esquecem que uma pequena palavra transforma o que se levou uma vida para construir.

Em uma outra forma de ver o mundo penso que muitos estão mais doentes do que aqueles próprios que sofreram os traumas e o pior é que não percebem.

Sabe-se que o tratamento depende de cada caso, psicólogo,psiquiatra, ajuda espiritual, são algumas maneiras de combater o trauma,mas isso se conseguirmos que a pessoa em questão queira expor suas emoções e contar tudo o que lhe incomoda.

Na questão infantil muitas são afetadas e só irão perceber mesmo que virou um trauma na fase da adolescência para adulta e nesses casos são tratamentos mais longos e dolorosos.

Deixo vocês queridas amigas(os), com uma pergunta interior, você já sofreu algum trauma na infância?

Não me responda apenas busque ajuda, se liberte disso ou se você conhece alguém que já sofreu ou está sofrendo, ajude também.

Precisamos viver em um mundo sem dor, onde o amor prevaleça nos corações das pessoas,onde saibamos respeitar cada um da maneira que é,onde vivamos uma vida transformadora, melhorando a cada dia.

Deus os abençoe..até próxima semana!

“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu darei descanso a vocês.” Mateus 11:28

Fonte:  https://amenteemaravilhosa.com.br/5-caracteristicas-traumas-de-infancia/

1 Comentário
  1. Camila Freitas 10 meses atrás

    Jana minha linda, uma reflexão ótimo, pra que possamos agir com mais amor e menos críticas.
    Tu é linda por dentro e por fora!
    Parabéns pelo texto.

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2019 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account

Pular para a barra de ferramentas