Histórias terminam. Curtas ou longas, intensas ou mornas, de amor ou paixão… Não importa, sempre fica aquele vazio e a questão “o que fazer?” após o afastamento.

Esses romances acabam sem avisar, mas deixam conosco aquela falta de compartilhar coisas, de dar bom dia, de ter “aquela” pessoa para conversar, saber como anda a vida do outro sem a gente, e tantas outras coisas de pele que fazem falta quando a história acaba.

A história acabou, não podemos mais voltar atrás (tendo sido escolha do outro), nem implorar para continuar fazendo parte daquele pedaço de história que tanto faz falta na vida da gente.

Quando bater aquela saudade, e as lembranças tomarem conta da tarde de domingo, os pensamentos do que poderia ter sido, mas não foi, lembre-se de que existe vida após o fim.

E de tantos outros fins que aconteceram na nossa vida, e mesmo assim ela continuou…

De fato não dá pra fingir felicidade e agir como se nada tivesse acontecido, viva o luto! Dê-se um espaço para sentir tristeza e entender o que houve, mas logo após esse período levante-se.

Até a lembrança da história que acabou ficar cada vez mais distante eu transformo a falta em força. Força para escrever, força pra continuar, força pra tomar decisões e me amar ainda mais, já que existe tanto amor aqui dentro pra dar, que seja ao menos para mim.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account