O Show tem que continuar

 

Dessa vez meu texto virá delineado por trechos da música “O show tem que continuar”, do grupo Fundo de Quintal, juntamente com uma descrição de sentimentos, pelos quais neste momento e certamente por essa existência sentirei profundamente em meu coração. Baseado nessa música, na melodia do samba, a segunda paixão da minha estrela máster, vou fazer um texto em homenagem aquela que me carregou em seu ventre por 9 meses, a qual nessa vida, tive o prazer de chamar de MÃE!

 Dia 18 de Dezembro de 2018… “O teu choro já não toca meu bandolim, diz que minha voz sufoca seu violão, afrouxaram-se as cordas e assim desafina, que pobre das rimas da nossa canção. Hoje somos folha morta, metais em surdina, fechando a cortina, vazio o salão”. Neste dia o criador, resolveu chamar para mais próximo uma pessoinha, que fez a diferença neste plano, enquanto mãe, esposa, mulher da sociedade Santamariense, atuando em diferentes frentes que perpassaram por instituições sociais, carnaval de rua de Santa Maria –RS, atundo enquanto presidente da escola de samba mais antiga da cidade, projetos sociais, entre outros fazeres típicos dela, para os quais não tinha dia nem hora.

Nosso salão ficou vazio, fecharam-se as cortinas, apagaram as luzes. Entretanto, no fundo dos nossos corações, a convicção de que vida continua, e se continua, por mais doloroso que possa ser, certamente deve ter a luz e o brilho que nossa estrela sempre irradiou. Frente ao fato, assim como a ave mitológica Fênix, nos erguemos da cinzas, “mas, iremos achar o tom, um acorde com lindo som, e fazer com que fique bom outra vez o nosso cantar, e a gente vai ser feliz, olha nós outra vez no ar, o show tem que continuar”…

            A vida segue, Deus seguramente tem um propósito para nossas vidas, um ensinamento, uma mensagem. A doutrina espírita, crença a qual escolhi para minha caminhada há mais de 20 anos, nos ensina que temos a hora certa nas chegar nesse mundo, assim como para deixá-lo.  A certeza da vida futura, escora meu coração dilacerado pela saudade, sentimento o qual nos invade a alma, ainda muito materialista e apegada. Não me julgo por chorar, por sentir falta, por ter a sensação as vezes, de que meu coração vai “arrebentar”. Agora, nossa missão é estar ainda mais de mãos dadas, amando, vivendo momentos em família, junto com nosso outro alicerce, nosso pai. Somos uma família linda, de 4 irmãos, sobrinho, cunhadas. Além de primos, tios, tias.

Dessa vez, o texto foi breve, pois faltam palavras e sobra emoção, impossível conter as lágrimas perante as lembranças. Um abraço no coração de cada um que passou por situação semelhante com um ente querido.

Cassiana Marques da Silva

Pedagoga,  Mestre em Gestão Pública

Servidora Pública Federal

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2019 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account