Quero começar meu primeiro post fazendo uma breve apresentação: Renata, 24 anos, enfermeira, mulher, apaixonada pela vida. Desde pequena, meu sonho sempre foi cursar enfermagem, e trabalhar com recém-nascidos. Deus, na Sua infinita bondade, realizou meu sonho de criança. Durante meus estágios finais de graduação (obrigatórios e extracurriculares) trabalhei na maternidade do maior hospital da minha cidade, agregando experiência e vivências no decorrer de um ano de muito conhecimento e aprendizado.

Juntamente com as incontáveis horas de estágio, no último ano de graduação, também desenvolvi e defendi (com unhas e dentes, hahaha) meu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso), intitulado “Participação paterna no cuidado ao lactente: Revisão narrativa”, e por motivos óbvios acabei me aprofundando (e me apaixonando) pela temática. O TCC e o estágio “casaram” tão bem, que um começou a fazer sentido para o outro, e foi aí que eu percebi que de nada vale a teoria sem a prática (e vice-versa).

Comecei a incentivar os pais dentro da maternidade a participarem mais ativamente dos cuidados diretos e indiretos com seus filhos e companheiras, o que ocasionou satisfação tanto para o próprio pai, quanto para a mãe. Além disso, esse envolvimento possibilitou inúmeros benefícios para o bebê a curto e longo prazo. E foi maravilhoso poder participar dessa transformação!

 

Bom, agora que já me apresentei, quero falar diretamente contigo…

Tenho certeza que tu já deve ter entrado em algum estabelecimento e o funcionário/funcionária te abordou da seguinte maneira: “Olá! Posso ajudar?”. Geralmente, quando estamos despretensiosos, nossa resposta é “tô só dando uma olhadinha…”, mas quando realmente precisamos de ajuda (para o nosso desespero), parece que o tal ajudante some! Às vezes, fora dos estabelecimentos comerciais, no dia-a-dia, também é mais ou assim: quando a gente mais precisa de alguém pra nos dar aquela mãozinha… cadê?

E onde eu quero chegar com toda essa conversa?

 

Que quero poder contribuir com todos (mães, pais, irmãos (ãs), tios (as), dindos (as), avôs (ós), …) com dicas e informações acessíveis, com conteúdo de qualidade, para que todos sejam participantes ativos no bem-estar e na harmonia familiar. Espero colaborar com o crescimento e empoderamento pessoal de cada um, para que juntos, sejam uma família saudável, unida e equilibrada! 

 

Enfim… quero ajudar!

 

Com carinho…

 

Renata!

3 Comentários
  1. Clarissa Soares 6 meses atrás

    Renata, fiquei muito feliz com o teu post aqui! Estou grávida e quero ler muitos textos teus sobre maternidade… estou ansiosa!! Beijos!

    • Autor
      Renata Cavalheiro da Rosa 5 meses atrás

      Clarissa! Grata por este comentário, querida!
      Meu desejo é que tua gestação seja tranquila, e que a maternidade traga, além dos desafios, muito crescimento e muita realização pra ti e tua família!
      Vamos aprender e caminhar juntas no blog! Será um prazer te receber aqui no meu cantinho!
      Beijo, beijo!

  2. Renata, muito legal saber um pouco mais da tua história!! Eu sou fisio e adoro pesquisar, ler e acompanhar assuntos sobre gestação, parto, humanização e amo crianças. Por enquanto ainda não tive oportunidade de me especializar e trabalhar na área, no momento trabalho com idosos. Mas realmente esse universo de gestação, parto, nascimento, família me encanta. Vou adorar acompanhar teus textos! bjs

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account