O câncer de mama é a causa da morte de muitas mulheres, mesmo nos dias de hoje. A desinformação é um dos fatores que mais tardam o diagnóstico. Precisamos falar sobre o assunto, alertar a todas. Ninguém está livre, é uma doença que pode atingir todas as classes sociais, e todas as idades.

Eu até pouco tempo atrás, acreditava que mulheres jovens não corriam riscos, que era uma doença de mulheres mais velhas. Imaginem minha surpresa, pânico e medo, quando em uma consulta de rotina a ginecologista fala: Tu estas com um nódulo na mama direita, precisamos ver isso de perto, marca uma ultrassonografia comigo… Sabe quando parece que o mundo some, o chão se abre, como se tu estivesse assistindo a vida de outra pessoa? Afinal de contas, isso só acontece com os outros, não é?! Não, não é! Pode sim acontecer com a gente, com qualquer uma, com todas, em qualquer momento da vida.

Naquele momento, ali na consulta, no consultório, foi tão inesperado que eu não registrei, sai da consulta, fui para a academia, parecia que aquilo não estava acontecendo. E a notícia começou a ecoar lá no fundo, e foi tomando forma. Eu tenho tendência a pensar sempre pior. Quando cheguei em casa, já tinha definido o diagnóstico, estou com câncer! Sem exame, sem nada… Já não estava nem preocupada com as mamas, já pensava nas metástases. Tamanho é o exagero! No dia seguinte liguei para o laboratório, o próximo horário livre seria dali vinte dias! Vinte dias, seria o suficiente para eu surtar, mais do que já estava, a proporção que ia chegar é inimaginável, chorei no telefone com a secretária, desliguei, e comecei a ligar para todos os laboratórios da cidade, cheguei a marcar com outra médica, mas a secretária acredito que ficou com pena de mim, e conseguiu me encaixar na agenda da minha médica, no dia seguinte.

Eu sou casada, amo meu marido, mas nessas horas, a gente não quer o marido, precisamos de uma mulher, alguém que entenda, que saiba o que se passa no nosso corpo. Normalmente procuramos a mãe, mas como a minha mora longe, e eu não quis gerar preocupações precipitadamente, sou filha única, não tenho irmãs, enfim, eu estava me sentindo sozinha! Resolvi me abrir com uma amiga, nossa colega, a blogueira Gabriela Guido. Gente a Gabi foi de uma importância, me deu apoio, conversou, foi comigo no exame, me acompanhou como uma irmã, não sei se em meio a tantas emoções eu lembrei de agradecer da forma como merece, mas Gabi, independente do diagnostico, todo o carinho que tu teve comigo, faltarão palavras para expressar minha gratidão.

Bom, já devo estar matando vocês de curiosidades, o exame, não deu nada! Nada! Existia sim um nódulo, mas não era um tumor, era um nódulo de gordura, algo comum, que muitas mulheres tem, e que está aqui, vai me acompanhar para o resto da vida. No último exame apresentou até uma diminuição. Mas foi o suficiente para me alertar, para me fazer pensar, e prestar mais atenção no meu corpo.

Nunca tive o costume de fazer o auto exame, achava desnecessário. E outras mulheres por questões culturais, religiosas, ou pelo forma como são criadas, não se tocam, não se conhecem. Existem muitos tabus, precisamos quebra-los, conhecer o nosso corpo, sem receios, constrangimentos, medo de julgamentos. É um momento nosso, com o nosso corpo, precisamos ter intimidade com nós mesmas. Sentir como são nossas mamas, se tem alguma granulação, que ‘textura’ elas tem, como são nossas glândulas. Se não nos conhecermos, quando tiver algo errado, não saberemos.

Bom mulherada, o recado de hoje é esse, fiquem alertas, e se conheçam, não tenham receios. Conversem com as amigas, falem, para elas da importância. Ninguém está livre! Vamos vencer o câncer, provar que somos mais fortes.

Fico por aqui, até a próxima semana, voltando com o tema da violência contra a mulher! Um grande beijo, e boa semana!

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account