O termo correto a se utilizar é Pessoa com Deficiência!

Já se foi o tempo do “portador de deficiência”…

Nem se fala então, das péssimas escolhas, “aleijado”, “defeituoso”, entre outras…

Esse post falará sobre essa alteração de nomenclatura, para que a inclusão não seja apenas uma palavra empregada “da boca pra fora”, e sim feita por toda a população, para buscarmos a plena igualdade dos indivíduos na sociedade!

 

Muitas vezes não sabemos como tratar ou como mencionar pessoas com deficiência, por inúmeras vezes isso causa certo constrangimento, o que também leva a nos afastar de uma possível interação social com medo de cometer alguma gafe.

Gafe essa que ocorre, por vezes, por um excesso de preocupação com a nomenclatura, levando ao uso do termo “portador de deficiência”!

O termo “portador de deficiência” caiu em desuso por um simples motivo! Ninguém “porta” uma deficiência! Se “portasse”, quando quisesse poderia deixar em casa e sair sem ela para passear, como uma bolsa. No caso, a pessoa não pode deixar a deficiência em algum lugar, ela TEM deficiência, por isso não se usa mais esse termo!

Outro termo ainda usado, é o “portador de necessidades especiais” ou “pessoa com necessidades especiais”.

A parte do “portador” já foi falado acima, a pessoa não “porta” a deficiência, ela TEM  deficiência!

Agora pensem comigo, “necessidades especiais” todo mundo tem alguma, não acham?!?! A pessoa que toma uma medicamento, como o de controle da hipertensão, tem uma necessidade especial, por isso precisa toma-lo, mas não tem deficiência. A mulher que amamenta, tem que se afastar do seu serviço, para alimentar seu filho, nada mais do que uma necessidade especial mesmo sem ter deficiência. A pessoa que faz uso de óculos, por que apresentou uma perda de visão com a idade, simplesmente tem uma necessidade especial. Sendo assim, todo mundo tem alguma necessidade especial, mesmo quem não tem deficiência.

Fora as péssimas palavras “aleijado”, “doentinho”, “coitadinho”, e por aí vai…

Essas nem dá pra falar muito, por que acredito que o uso destas, é falta de educação e respeito com o próximo. Com certeza, devemos evitar ao máximo o uso delas, ou melhor, aboli-las do nosso vocabulário!

 

Para que constrangimentos e discriminações como estas não ocorram mais, a Secretaria de Direitos Humanos, em 3 de novembro de 2010, lançou a Portaria Nº 2.344, que Oficializa o termo Pessoa com Deficiência.

Por que Pessoa com Deficiência?!?!

Primeiro, percebem que a palavra PESSOA vem à frente? Sim, mais do que certo! Antes de qualquer deficiência, nomenclatura ou qualquer coisa, ela é uma pessoa, igual e com direitos como qualquer outra pessoa, e merece respeito!

Depois vem o COM DEFICIÊNCIA, como já foi dito anteriormente, a pessoa TEM uma ou mais deficiências, não porta ou carrega, nem tem necessidades especiais ou é excepcional, ele TEM deficiência.

Portanto, sempre que for usar algum termo destes acima citados, lembre-se use o PESSOA COM DEFICIÊNCIA! É o correto, é o respeitoso, é o inclusivo e com certeza é o melhor!

Ahhhh… Algo muito importante! Quando a pessoa não tem deficiência, não usem mais o “pessoa normal” ou “pessoas ditas normais”. A pessoa com deficiência é uma pessoa normal também, ter uma deficiência não a torna anormal!

Então:

Pessoa com Deficiência = para pessoas que tenham uma ou mais deficiências;

Pessoa sem Deficiência = para pessoas que não tenham deficiências.

 

Pra finalizar, nunca em nenhum momento esqueçam, todos somos PESSOAS e merecemos RESPEITO independente de qualquer coisa ou condição!

Espero que tenham aproveitado a leitura e sintam-se à vontade para comentar!

Beijão, Raquel.

#RaquelFisio #BlogDeTodas

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account