Oiiiiiieee! Tudo bem pessoal? Faz tempo que sumi daqui… Sabem, no ano passado escrevi tantos textos lindos, a modesta, motivacionais, sobre a cura da depressão, do quanto eu estava feliz comigo mesma, e com tudo que estava acontecendo, só que quando estamos nesse patamar, de tudo indo bem, nós jamais imaginamos que a queda existe, e que ela pode doer muito. ‘Tudo passa!’ dizia o grande Chico Xavier, tudo de ruim, mas de bom também! Aquela fase maravilhosa que vivi no ano de 2018, hoje parece que foi em outra vida. E quanto mais eu cai, mais eu tive vergonha de voltar aqui, muitas vezes ouvi pessoas me chamando de inspiração, e decepciona-las era muito doloroso para mim, e assumir meu ‘fracasso’ me fazia cada vez cair mais. Não conseguia aplicar na minha vida, as coisas que eu mesma tinha escrito. Eu sempre me cobrei muito, exijo de mim a perfeição, e admitir que ao invés de progredir, eu vi minha vida descendo ladeira a baixo, foi um processo que me fez entrar em uma concha, queria me esconder do mundo, e só agora, eu estou conseguindo me recuperar.

 

Até janeiro deste ano, eu era funcionária de uma empresa, da qual eu me desliguei depois de dez anos de contribuição, e a partir dai me tornei autônoma. Eu não fazia ideia do quanto isso iria impactar na minha vida, mas foi uma modificação tão grande, que ainda não consegui me organizar. Eu cumpria horário, segunda a sexta, horário comercial, por dez anos. E um dia, eu não tinha mais isso, estava fazendo homework, com todo o tempo do mundo. Trabalhar de casa exige uma disciplina, que ainda não encontrei, parece que quanto menos coisas eu tinha para fazer, menos tempo eu tinha. Quando eu era mega atarefada, eu dava conta de muito mais coisas, meus dias iam e vinham, e parecia que eu não tinha feito nada de produtivo. E aos poucos, a depressão foi se instalando, e eu nem percebia. Para completar, veio o financeiro, eu tinha em bom salário, certo, todo final de mês, eu recebia, agora já não é mais assim, e durante um período, eu fiquei bem mal de grana, e não estava acostumada com isso, e cada vez mais eu me enterrava na tristeza.

 

Junto de tudo isso, eu descobri que estava grávida! O bebê que eu tanto programei durante 2018, que por meses eu aguardei, que a cada mês que não tinha acontecido era uma decepção, chegou em meio a tudo isso. Eu amei minha filha, desde o momento que vi aquele + no teste de farmácia, mas todas as mudanças que aconteceram nesse período foram muito dolorosas, e solitárias, eu estava gravida, ‘em estado de graça’, e uma cobrança social de que eu deveria estar feliz, realizada, quando na verdade, eu estava perdida, com medo, e pensando no que tinha acontecido com a minha vida. Sonhei com uma gravidez saudável, ativa, plena, e acabou sendo conturbada, e triste.

 

Em 2018, depois de anos de obesidade, eu atingi o meu ‘corpo dos sonhos’, estava realizada, 20 kg mais magra, me achando linda, em uma vibe de autoestima, só que na mesma intensidade que eu estava focada, e disciplinada, eu abandonei tudo, e assumi uma compulsão por comida, que me fizeram engordar tudo o que tinha perdido, e mais um pouco, foram 24 Kg durante a gestação, e quanto mais eu engordava, mais eu me decepcionava comigo mesma, e mais eu comia! E eu passei a ter vergonha do meu corpo, porque eu me imaginava uma gravida linda, magra, só o barrigão, e não, eu engordei inteira, e minha barriga não parecia de grávida, mas parecia que eu estava gorda. Por muitas vezes eu tive que dizer que estava grávida, porque a barriga não aparecia. Depois que ganhei a bebê, eu me trocava de costas para o espelho, era extremamente difícil para mim encarar meu reflexo, o que eu tinha feito com meu corpo, e tirar fotos, era algo que eu sequer cogitava. Pode ser futilidade, mas é algo que tenho entranhado de anos, traumas de bullyng sofridos na infância, a forma física me abala muito.

 

Ganhei minha bebê prematura, um mês antes do tempo certo, graças a Deus correu tudo bem, mas tive uma cesárea bem conturbada, fiquei muito nervosa, dela vir antes, e foi muito difícil. Mas depois que consegui vir com ela para casa, minha vida criou um novo proposito, agora, não sou mais apenas eu, tenho alguém que depende de mim, e muito, e por ela, eu preciso estar bem, aos poucos fui acordando do torpor que me encontrava, e vi que precisava voltar a me cuidar, voltei para academia, tentei alinhar a alimentação sozinha, mas devido a amamentação, e as cólicas, vi que precisava de ajuda profissional. Estou com um plano alimentar feito para as nossas necessidades, a minha bebê melhorou das cólicas, e eu estou enfim retomando a minha forma física, já foram 14Kg, ainda faltam 10kg, mas a cada grama já é uma comemoração, e a cada dia me sinto melhor, e me sinto mais mãe, mais capaz…

 

A depressão, ela tem cura, mas ela pode voltar a qualquer momento, é só nos distrairmos, e nosso pensamento tem força, precisamos lutar com ele todos os dias. Eu voltei para batalha, depois de ter me encurralado na trincheira, e estou vencendo, estar aqui escrevendo, e mais uma que venço, aos poucos a vida vai se alinhando, o ritmo vai se acertando, e as coisas ficando melhores. Porque ‘Tudo Passa!’, e Antes eu sofria, agora eu escrevo…

 

Bom pessoal, hoje fico por aqui, texto desabafo, vou tentar escrever com mais frequência agora, contar com esta sendo a maternidade, e a luta para voltar ao meu corpo de antes da gestação. Beijos e até a próxima…

 

 

 

3 Comentários
  1. sibele 4 dias atrás

    Parabéns!!!!!

  2. Fátima Simone do Amaral 4 dias atrás

    Muito bom, bem realista e sem exageros.

  3. Taís dos Santos Machado 3 dias atrás

    Tu é tão top que nem imagina. Obrigada pela clareza em expor os teus sentimentos. Tua dor e a minha e nó nos identificamos em tanta coisa. To feliz por ti. Segue firme que ta lindo.

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2019 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account

Pular para a barra de ferramentas