Eu, meu marido e a Prótese Dentária!

Estou adorando essa experiência de ser blogueira, abordo sobre vários assuntos, assuntos esses que não me considero expert, tenho conhecimento apenas baseada em experiências pessoais, pesquisas e curiosidade. Mas no meu dia a dia tenho que ganhar o pão, como muito se diz no ditado popular. Hoje vou falar da minha profissão, a prótese dentária. Uma profissão por muitos desconhecida, mas de muita importância.

O Técnico em Prótese Dentária, também mais conhecido popularmente como protético, é o responsável por confeccionar as próteses, trabalhamos em conjunto com o Cirurgião Dentista. Este responsável por toda a parte realizada no consultório, todo o atendimento direto com o paciente. Nós, os protéticos, trabalhamos em cima dos moldes dos dentes feitos por eles, por isso a nossa profissão não ser muito conhecida, não atendemos ao público, prestamos serviço a um outro profissional, na maioria das vezes não aparecemos, estamos restritos ao nosso trabalho realizado no laboratório. Pelo menos deveria ser assim, infelizmente, alguns de forma ilegal, atendem a pacientes, o que não é nenhum pouco aconselhável, já que não temos formação, e nem somos preparados para isso, quando o paciente se submete a um atendimento realizado por um profissional não habilitado está colocando sua saúde em risco, podem ter diversos prejuízos, e não apenas na saúde bucal.

São vários os trabalhos realizados dentro do laboratório, desde as próteses fixas, sobre preparos realizados nos dentes, ou sobre implantes, como as próteses móveis, totais e parciais, os aparelhos ortodônticos, placas de bruxismo e clareamento, também são desenvolvidos pelo protético. No laboratório onde trabalho são realizados praticamente todas essas opções. Meu marido, sim, somos colegas de profissão, e já trabalhamos juntos, isso é um assunto para outro texto!  Ele trabalha com as próteses acrílicas, que são as móveis, as placas, aparelhos, e protocolo acrílico, que consciente em uma prótese total, a mais conhecida, dentadura, fixada sobre implante. Eu trabalho com as cerâmicas odontológicas, que podem ser cerâmicas puras, sobre estrutura de metal ou zircônia, unitárias, ou pontes fixas, podendo ser compostas por vários dentes em uma única estrutura, e também realizo o protocolo, mas desta vez feito com cerâmica.

Quando eu estava no ensino médio, falava muito em ser Dentista, profissão essa que tenho muito respeito e admiração, fiz vestibular dois anos, para o curso, não consegui passar em uma universidade federal, mas passei em uma universidade privada, na hora de me inscrever, de fazer a matrícula, deu medo… ‘Será que é o que quero?’ Não me inscrevi, e fui fazer o curso técnico, para pensar bem… E descobri, que realmente, não era para mim, adorava a odontologia, mas não queria lidar diretamente com o paciente. Me encontrei na prótese, na cerâmica, já que nas outras atividades das quais dentro da minha formação, também posso desempenhar, não sou muito ‘chegada’. A cerâmica me atraiu pela beleza, desafio, pelo trabalho minucioso e detalhista.

Os Ceramistas, assim como os outros subgrupos da prótese dentária, tem muita responsabilidade, nós lidamos com sonhos, expectativas e traumas, todos os dias. O sorriso é o cartão de visitas de todos nós, quando a pessoa tem um problema dentários aparente, ou não, têm a sua autoestima muito abalada, e também, pode ter dificuldades de comer, problemas respiratórios, dores de cabeça, e outros incontáveis prejuízos, e cabe a nós, juntamente com o dentista reabilitarmos esse paciente, tanto em estética, quanto em função.

Como não temos contato direto com o paciente, na maior parte do tempo não temos a oportunidade de ver nosso trabalho concluído. Algumas vezes realizamos a verificação da cor do paciente, antes de realizar o trabalho. Como Santa Maria não é uma cidade muito grande, vez ou outra cruzo com alguma dessas pessoas, e a satisfação é tão grande quando os vejo sorrindo, sem desconforto, ou acanhamento. Ou quando um cliente, dentista, me traz uma foto do caso concluído, ou me relata que o paciente chorou de emoção ao ver o novo sorriso, isso me faz sentir que vale a pena, perceber a importância da minha profissão na vida das pessoas.

Bom mulherada, essa foi um relato de um pouquinho da minha profissão que amo, espero que tenha sido proveitoso, e que tenha elucidado um pouco sobre o que e por quem são feitas as próteses.

As fotos são de trabalhos realizados pelo meu marido TPD Pablo Moraes Vargas, laboratório D’Vargas, contato (55) 981236121.

Até sexta com um texto muito SHOW!!! Vou contar como foi o Show do Bon Jovi, que vai ser amanhã em Porto Alegre, e eu VOU… Beijos…

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2018 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account