Última quarta-feira do ano. O ano está acabando. Quanta coisa vivemos neste 2018. Coisas boas e ruins. Alegrias e tristezas. Ganhos e perdas. Vitórias e derrotas.

Esta época do ano não me faz bem.

Sinto um aperto grande no peito. Muitos não entendem, acham frescura. Mas eu sei a dor que sinto.

Conscientemente sei que é apenas a última semana e que haverão outras tantas no próximo ano (talvez). Sei que 2019 são “365” novas oportunidades.

Conscientemente sei.

Mas não consigo sentir.

Há para mim um certo desespero em olhar para trás e ver que situações seguem iguais ano após ano e que não consigo ver perspectivas de mudança.

Talvez eu tenha um misto de “depressão e ansiedade”.  Pois ao mesmo tempo que sofro com a saudade e me apego a lembranças, sofro com o amanhã e com as projeções que faço/vejo.

Aprendi que algumas coisas podemos mudar, outras não.

Aprendi que não posso mudar o outro, apenas a mim.

Aprendi que não posso mudar situações, apenas meu jeito de vê-las.

Aprendi??

Racionalmente sim.

Emocionalmente não.

Mas de tudo, para encarar o fim de ano e a chegada do próximo. Me resta a fé. Me resta crer em Deus poderoso, capaz de operar milagres, mudar situações, curar a alma.

Se Deus fizer Ele é Deus.

Se não fizer Ele é Deus.

Se a porta abrir Ele é Deus.

Mas se fechar, continua sendo Deus.

É minha fé que me segura.

É minha fé que me sustenta.

Preciso me agarrar nela, para que não seja apenas do ano, a última quarta-feira.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

©2019 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account