Hoje venho falar um pouquinho de alguém que tem o dom de tudo tocar e transformar, o artesão.

Esta semana comemoramos o dia do artesão e quero dividir com vocês mais um dos meus lados, esta parte de mim a qual mais amo, criar, transformar, renovar, inventar…coisas de quem adora fazer arte, essa também sou eu.

Sempre fui muito ligada a trabalhos manuais, achava tudo muito curioso e me interessava sempre.

Quando ainda muito jovem tive habilidades com o tricô, através dos ensinamentos de minha mãe fui desenvolvendo a técnica e com todas as suas dicas fui aprendendo, até hoje se precisar de algo, me atrevo e sai, no inverno passado fiz golas de tricô, adorei e sempre estou aprendendo.

Com o passar dos anos, quando cruzei uma fase difícil da vida, minha terapia foi o biscuit. Minha professora Fátima, cheia de paciência me ensinou coisas lindas e a medida que fui desenvolvendo a técnica fui aprimorando e criando peças lindas de artesanato, cada dia mais apaixonada.

Já me aventurei em diversas áreas, como costura, pintura, aplicações, técnicas com madeiras, decoupage, arte francesa tudo o que me identifico acabo buscando a forma como desenvolver e fazer.

Mas nesse meio acabamos conhecendo muitas pessoas, que inclusive vivem do artesanato, a renda familiar é complementada por mãos que encantam com seus trabalhos.

Tenho certeza que na sua casa, escritório, na escola você tem um objeto artesanal, e olha que eles são tão fáceis de serem identificados, porque cada um tem sua particularidade, cada um tem o registro de quem fez. Sabe que tem peças que confecciono no biscuit em que olho e sei que foram feitas por mm, pois quem dá o toque, o jeito, o estilo, já conhece de longe o seu trabalho.

Vejo que é uma classe que ainda precisa ser mais valorizada, vejo em inúmeras vezes as pessoas questionando valores em relação a peças produzidas, mas se parar para analisar o tempo que se levou para desenvolver, o material utilizado e mais a técnica, o resultado final até será generoso quanto ao pagamento, fora o amor o qual depositamos em cada trabalho realizado, porque esse não tem preço.

Geralmente nas feiras de artesanato que acontecem podemos observar como há peças valiosíssimas pelo simples fato de você olhar e ver o valor sentimental, pois há objetos que são puro amor, dedicação e respeito, pois foram feitos de cheios de carinho.

No mau caso não vivo do artesanato e também a falta de tempo me impede de exercer esse dom o qual tanto amo, mas aqueles que vivem da arte merecem toda nossa admiração. Você pode observar que nenhuma peça, por mais minucioso que seja o trabalho estarão todas iguais, podem parecer bastante, mas não iguais, porque o artista se preocupa com a perfeição, mas por trás das mãos que encantam o amor sempre prevalece.

Por isso queridas (os) valorize o artesanato local, no seu bairro, na sua cidade, dê presentes onde você sabe que o amor foi o centro daquela peça escolhida, compre produtos artesanais e reconheça esses profissionais, sem dúvida nenhuma quem receber saberá o valor inestimável daquele presente.

Nas redes sociais também temos diversas publicidades que nos mostram o artesanato como fonte de renda.

Nas próximas datas comemorativas, aniversário, casamento, formatura escolha um presente artesanal e valorize as mãos que encantam.

A todos os artesãos meus sinceros votos de grandes idéias, muita criatividade e lindos trabalhos.

Parabéns pela data e continuemos encantando a todos com nossas obras de arte.

Deus abençoe a todos. Obrigado por vocês mais uma semana estarem lendo meu texto. Até o Próximo.

JANA AMORIM

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

©2021 BLOG DE TODAS desenvolvido com muito amor.

FALE CONOSCO

Nos envie seu um e-mail e nós retornaremos para você, o mais rápido possível.

Enviando

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account

7 − dois =